6

Dicas na hora de fotografar alimentos por Martinha Barreto

Meitu . 30 de junho de 2018

Que comida é a melhor coisa do mundo, ninguém pode negar, não é? Principalmente para os taurinos como eu. Na fotografia, esse fato ainda é verdadeiro e é possível fazer lindas fotos de alimentos e encantar os olhos das pessoas por aí. Mas, é claro, precisamos de algumas dicas de como fazer isso. Vamos a elas…

Capriche na iluminação!

Uma regra universal no mundo fotográfico é caprichar na iluminação. Com o “food pic”, como são conhecidas as fotos de comida, isso não é diferente. Para que todas as cores e os detalhes sejam visto na hora do clique, é importante estar em um lugar claro e que não haja sombra sobre o alimento. Se você não estiver fazendo uso da iluminação natural, não tiver flash e ainda achar que está escuro, um bom truque é usar a lanterna de algum celular pra vencer as sombras.

Olha o ângulo aí! (Leia cantando “olha o pombo aí” hahaa)

Há quem ame fotos pegando a lateral da comida, há quem prefira vê-la de cima e há quem faça algo de baixo pra cima. Contudo, tudo depende dos detalhes que você quer mostrar. Se é um hambúrguer e você quer exaltar o queijo da lateral, fotografe de ladinho. Se é um bolo e a beleza dele está nos confetes em cima, faça de cima. Isso de ângulo é bem relativo! A dica que eu dou é fazer bem focado no que você quer mostrar e tentar deixar um fundo clean (lembre-se, clean não é só fundo branco!).

Qual lente eu uso?

Nem todo mundo fotografa com câmera, hoje em dia os celulares são bem usados. Mas, há dica pra quem usa também. A lente para fotos de comida deve ser clarinha. Por que? Para conseguir fazer o efeito perfeito do desfoque. Então é bacana uma com abertura 1.8 ou 2.8. Uma lente coringa é a famosa cinquentinha (50mm). Hoje em dia há celulares com essa abertura também, por exemplo, o iPhone X se aproxima bastante desse efeito.

Use seu corpo como composição!

Isso mesmo! Adicionar alguma pessoa comendo, ou até mesmo a mão derramando um molho, atrai os olhos de quem está passando pelo site onde a foto está exposta. Por quê? Porque gera representatividade. Sempre que vejo uma mão segurando uma fatia de pizza, eu me vejo ali. Tente se colocar na pessoa que vai ver aquilo.

Saturação? SIM!

Obviamente não se deve editar muito as fotos de comida para não perder a identidade delas. Só se você quiser algo mais artístico. Mas se a sua intenção é mostrar algo mais natural e que as pessoas desejem comer aquilo, não edite tanto. No AirBrush existe uma opção de você mexer no brilho, nas sombras e afins da fotografia, inclusive na saturação. A saturação é legal porque ela deixa a cor mais viva, como por exemplo, uma maçã mais vermelhinha.

Por fim, selecionei uma foto que faz sucesso no Instagram, aquelas que a gente fotografa quando vai ao shopping e compra sanduíche.

Perguntei a dona da foto (Layla Brigido), o seu segredo. Vejam aqui a resposta dela:

“Meu segredo pra fotos de comida é sempre tentar uma boa iluminação, mas principalmente tirar a foto de cima! É meu ângulo preferido! Uso além das comidas o que tiver disponível como bolsas, e outros objetos para encaixar e montar uma composição!”

Legal, né? Acredito que é uma boa dica pra gente considerar pensando também na composição da foto. Então, é isso. Espero que vocês tenham gostado e absorvido alguma coisa do que foi falado. Qualquer dúvida, podem comentar.

Beijinhos, beijinhos!

Com amor, Martinha.