Como salvar suas fotos antigas

19 ago 2019

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Vocês perceberam como o dia está lindo hoje? E têm motivos, já que hoje, 19 de agosto é comemorado o Dia Internacional da Fotografia. Nós, amantes dessa arte, temos muito o que comemorar, já que temos o privilégio de viver a fase mais evoluída da fotografia em um todo, tanto se tratando de equipamentos, quanto dos recursos de edição, não é mesmo?

Então, pensando nisso, resolvi trazer um pouquinho de cultura e contar para vocês os pontos fortes que ocorreram desde 1793. Esse foi o ano em que um cientista italiano descobriu que um experimento físico-químico poderia render em imagens mais escuras do sol, dando início às pesquisas que renderam a primeira fotografia permanente. Ela foi registrada em 1826, tirada por Joseph Niépce.

Mas como surgiu a máquina fotográfica?

Já em 1839, Louis-Jacques Mandé Daguerre, apresentou o daguerreótipo que foi considerada a primeira máquina fotográfica do mundo. A partir daí as máquinas fotográficas foram se desenvolvidas e ficando cada dia mais tecnológicas. Em 1900 foi criada a primeira máquina a utilizar 3 cores e em 1934, o protótipo da Kwanon, a câmera precedente da nossa queridinha Canon.

Em 1936 tivemos a Hansa Canon, a primeira 35mm fabricada em série no Japão, já em 1947 tivemos a Polaroid Model 95, a primeira câmera instantânea do mundo com filme. Já a primeira Nikon (mais uma das nossas queridinhas), veio em 1948, batizada de Nikon I.

E assim foi se desenvolvendo a tecnologia das câmeras fotográficas, os motores acoplados, a tecnologia SLR, o autofoco, a câmera eletrônica, câmera digital, celulares, câmeras de celulares e por aí vai até chegarmos aos dias de hoje.

Quem aí lembra dos filmes de 12, 24 e 36 poses que eram necessários nas câmeras analógicas? Se você não é dessa época, não sabe a emoção que era fazer AQUELA pose, e o filme acabar! Rs Sem contar no frio da barriga quando íamos buscar as fotos e tínhamos que contar com a sorte pra não ter “queimado” nenhuma foto, ou pra não ter colocado o filme do lado errado e tirado todas as fotos em vão. Mas, isso tudo mudou! Pra ser sincera eu não me lembro bem o ano, mas eu estava na pré adolescência quando ganhei a minha primeira câmera digital. Que evolução! Começava ali o meu amor pela fotografia. Até que enfim, inventaram as câmeras de celulares, que hoje em dia, substituem facilmente as câmeras fotográficas.

O desenvolvimento das edições  fotográficas

Desde às épocas das câmeras analógicas já existia a necessidade de poder mexer no resultado final das fotos, mas isso só era possível através dos balõezinhos adesivos que a gente colava em cima das fotografias (quem lembra disso?). Porém com a era digital, foi tornando-se cada vez mais acessível as edições, que começaram com um ajuste de brilho e contraste, correção de pele em estúdios fotográficos e evoluíram para as edições e manipulações incríveis de imagens que temos acesso hoje.

Então, com a utilização cada vez mais frequentes do uso da câmera do celular, vemos cada vez mais opções de apps desenvolvidos para todo tipo de edição de imagens, redes sociais voltadas para fotografia, e o crescimento exponencial do setor no mercado.

E com isso, as edições que antes demandava tempo, esforço e muito conhecimento, tornou-se acessível a todo mundo, e em pouquíssimos cliques. E essa acessibilidade de manuseio é o que nós da AirBrush priorizamos, visando sempre melhorar e qualificar cada vez mais a experiência do nosso usuário.

Nós, do AirBrush, temos um orgulho danado de comemorar esse dia tão importante e fazer parte dessa história.

Antes e Depois

Pensando em tudo isso, eu trouxe a comparação entre duas imagens de anos e tecnologias distintas para ilustrar a evolução da fotografia.

Na primeira foto temos eu, no meu primeiro aninho (1992). Foto tirada de uma câmera analógica Fujifilm, modelo Smart Shot 20 auto (tenho ela até hoje), sem nenhuma edição.


Ferramenta: “Bokeh” , estilo “Coração”

Filtro: “FD-1” do Pack “Fade”

Já a segunda imagem é a Cecília (minha filha) em seu ensaio que antecedeu o primeiro aninho (2018). Foto tirada com uma Nikon D3000, e editada no AirBrush.

Aqui temos uma foto tirada na final da copa de 1998, Brasil x França, de uma Câmera análogica, que não me lembro mais a marca e modelo, e sem nenhuma edição.

Filtro: “Cosmos” do Pack “Celestial”

Já a quarta imagem, foi tirada no fim do ano passado, por um smartphone S9, e editada no AirBrush.

Como é lindo ver as evoluções que nos foram presenteadas não é mesmo? Às vezes paro e fico pensando, como será que o mercado da fotografia vai estar daqui 10 anos? Vocês conseguem imaginar algo? Me contem lá no perfil da @airbrush_Br, combinado?

Beijos e até a próxima!